Cuiabá-MT, quarta, 23 de abril de 2014
Ter, 26 de Abril de 2011 14:49

ONÇA-PINTADA

Por  Artur Keunecke - Foto:Artur Keunecke
Dar nota para esse item
(5 votos)

Iniciamos a série "Mundo Animal", coordenada por Artur Keunecke, ambientalista, guia de turismo e morador de Chapada dos Guimarães. O primeiro animal é a onça-pintada, que corre sério risco de extinção pela caça indiscriminada e redução do seu habitat natural pelo mundo do agronegócio.



Nome científico: Panthera onca
Nomes populares: Jaguar,Jaguarete, Pintada, Balam

O maior felino das Américas, ocorrendo do sul dos EUA (Texas) até Uruguai e Pampas Argentinos (salvo Chile e Andes)

É o terceiro maior felino após o tigre e o leão, símbolo da fauna brasileira.

A onça-pintada está fortemente associada com a presença de água e é notável, juntamente com o tigre, como um felino que gosta de nadar.

É um importante predador, desempenhando um papel na estabilização dos ecossistemas e na regulação das populações de espécies de presas. Tem uma mordida excepcionalmente poderosa, mesmo em relação aos outros felinos. Isso permite que ela fure a casca dura de répteis como a tartaruga e de utilizar um método de matar incomum: ela morde diretamente através do crânio da presa entre os ouvidos, uma mordida fatal.

Está quase ameaçada de extinção e seus números estão em queda. As ameaças incluem a perda e fragmentação do seu habitat. Enquanto o comércio internacional de onças ou de suas partes, é proibida, o gato ainda é frequentemente morto por seres humanos, particularmente em conflito com fazendeiros, pecuaristas e agricultores. A onça faz parte da mitologia de diversas culturas indigenas americanas, incluindo maias, astecas, guaranis etc. Na mitologia maia, balam como era chamado o jaguar, era considerado como um animal sagrado.                                                                               

O jaguar era o habitante mais temível das densas florestas em torno das cidades maias. Este possante felino era honrado por seu parentesco com o sol e com as divindades, assim como por seus poderes sobrenaturais. Por causa de seus hábitos noturnos, ele era associado às trevas, e, por extensão, ao sinistro universo dos infernos.

O maior felino da América simbolizava igualmente o poder real. Os monarcas tinham o costume de sacrificar jaguares aos deuses e usavam muito frequentemente, entre as insígnias reais, uma pele de jaguar. Vários reis maias não hesitaram a juntar a palavra jaguar aos seus nomes, de modo a melhor sublinhar a nobreza de sua classe.

Para os índios brasileiros simboliza a coragem. Muitas etnias utlilizavam a zagaia, uma espécie de lança mais curta e robusta, para caça-la , num ritual de passagem para a maioridade. O guerreiro deveria acuar a onça que fatalmente se levantava nas patas trazeiras para atacar o desafiante, que apoiava a zagaia no chão com a ponta afiada apontada para o coração da onça.

Onça-preta

A onça-preta, também conhecida por jaguar-preto, é uma variação melânica da onça-pintada ou  jaguar, ou seja, a onça-preta e a onça-pintada são da mesma espécie (Panthera onca), mas a onça-preta possui mais melanina, que dá tonalidade escura ao seu pelo.                        

Atualmente é classificada  como quase ameaçada, indicando que pode estar em perigo num futuro muito próximo se a relação do homem com a natureza continuar em bases apenas economicas e imediatistas.

As maiores ameaças ao jaguar são a ocupação de seu habitat  de forma desrespeitosa às suas populações, a caça pela pele (ilegal), a fragmentação dos habitats e ao antigo expediente de eliminar as onças que atacam as criações de propriedades rurais, sejam estas pequenas, médias ou grandes, comportamento este que pode ser mudado.

O turismo de observação de vida selvagem é uma das maneiras de se criar renda com a proteção do animal e seu habitat, Temos como exemplo o que ocorre na África há tantos anos, com vários roteiros para este tipo de turismo e que gera proteção aos animais e seus habitats, aventura real para quem visita e renda para quem trabalha com este ramo.

Este é mais um dentre tantos casos em que nossa pretensa civilização é chamada para uma retomada a uma relação integrativa com a natureza.

Ser humano E natureza, e não ser humano OU natureza.

Última modificação em Sáb, 21 de Maio de 2011 11:33

Itens relacionados (por tag)

Mais nessa categoria! DOURADO, "O REI DO RIO" »

7 comentários

  • Link o comentário karoline ,sarah,natalia,e yasmin Dom, 15 de Julho de 2012 17:10 postado por karoline ,sarah,natalia,e yasmin

    essa foto da onca pintada muito linda

    um grande abraco !!!!!!!!!!!!!!!

  • Link o comentário karoline ,sarah,natalia,e yasmin Dom, 15 de Julho de 2012 17:08 postado por karoline ,sarah,natalia,e yasmin

    texto muito bom adoramos

  • Link o comentário karoline ,sarah,natalia,e yasmin Dom, 15 de Julho de 2012 17:07 postado por karoline ,sarah,natalia,e yasmin

    muito bom eu adorei

  • Link o comentário laura Qua, 20 de Junho de 2012 22:13 postado por laura

    adoreiiii

  • Link o comentário Pascal Édouard Sex, 29 de Abril de 2011 09:54 postado por Pascal Édouard

    Sim , a onça pintada é um animal simbolo do Brasil e das Americas e sua população se concentra mais na Amazônia e no Pantanal por ser regiões de pouca densidade humana. É verdade que as onças pintadas continuam causando um certo medo entre os criadores de gado do Pantanal mas a razão dos atacas ao gado esta muitas vezes ligada a falta de presas naturais que são caçadas pelo proprio homem apesar da interdição da caça, criando assim um certo desequilibrio. No entanto, no Pantanal norte, a boa noticia é que a onça esta reconquistanto pouco a pouco seu territorio. Hoje, se observa com maior frequência onças do que nos anos anteriores.

  • Link o comentário Lucas F. Keunecke Qui, 28 de Abril de 2011 20:11 postado por Lucas F. Keunecke

    Muito bom pai, parabéns!

    Um grande abraço!

  • Link o comentário Cassia Rita Arantes Qui, 28 de Abril de 2011 10:14 postado por Cassia Rita Arantes

    Belíssima foto..muito didádico o artigo. A questão ao meu ver não é ser humano ou natureza mas sim produção ou natureza, ou ainda produção x natureza!

Fazer um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

HTML básico é permitido.